sábado, 26 de junho de 2010

Era uma vez o Rock Brasileiro.

                       Aborto Elétrico:A banda que deu origem ao Legião Urbana e ao Capital Inicial.


Em uma época longínqua,chamada anos 80,em uma terra denominada Brasil,existiu o Rock Brasileiro.Ele era um estilo musical derivado principalmente de The Beatles e bandas punk,como o The Clash,Sex Pistols e Rolling Stones.Ele era simplesmente magnífico,um tipo de som que moveu uma geração inteira,que mostrou o poder que a música tinha sobre o mundo,sobre a realidade.Mas,sem avisar,o Rock Brasileiro foi embora,e apesar de muitos sentirem sua falta,poucos se dão conta disso...

A história acima é verídica(ou como meu pai gosta de brincar,é uma história venérea); e sim,não é um conto-de-fadas,pois o final até agora não é nada feliz.
Hoje eu me deparei com um vídeo no mínimo super-ultra-mega-supremo-master-plus-advanced e realmente  motherfucker de tão escroto!Aqueles merdas da banda Cine resolveram,sem mais nem menos,tocar Iron Maiden na MTV,que apesar de ter sido importante no cenário musical mundial, atualmente não passa de uma propagadora de cultura chula e inútil.
Olha o vídeo aí:




Cara,eu realmente tô tendo que pensar em um jeito imparcial que simbolize minha indignação sobre a situação do cenário musical brasileiro.Eu fico pensando aqui como um país que veio de um rock que tinha tudo-que falava sobre política,amor,sexo,futebol e a reciclagem de pneus com qualidade nas composições- veio a se tornar essa mixaria totalmente explícita que suja toda uma cultura-desde marcas,bandas,estilos e  passado consagrados- em tão poucos anos assim.
Não tô dizendo aqui que tudo tem estado uma merda nesses tempos malditos.Bandas como Forfun,Moptop,Os Seminovos e até bandas como CPM22 e Pitty-que já não apresentam a qualidade que tinham em seus primeiros CDs- tinham uma proposta legal de Rock And Roll.Mas eu fico lembrando de bandas como Titãs,Nenhum de Nós,Plebe Rude,Barão Vermelho...Cara,isso sim era completo.Tinha coisa séria que escancarava na cara da gente a passada e estranhamente atual situação do Brasil em músicas como Que País É Este e Até Quando Esperar(Legião Urbana e Plebe Rude,respectivamente), tinham coisas cheias de açúcar e românticas como em Tarde Vazia e em Todo Amor que Houver Nessa Vida(IRA! e Barão Vermelho), e coisas engraçadas e sem a mínima noção em músicas como Marylou  e em  O Camelo e o Dromedário(Ultraje a Rigor e Titãs).Não tem como você escutar o Top 10 do Rock Nacional da JovemPan(aca) e dizer que aquilo é Rock And Roll maneiríssimo e legal.Não dá!
E sabe quem mais tem culpa?Você que coloca essas merdas no seu iPod,você que paga quase 100 reais pra ver esses caras(que por algum motivo,as garotas acham super sensuais e héteros) à 30 metros de distância de você,você que paga 30 reais num CD...(Opa!Com Internet ninguém mais paga nada,hehehe...Mas isso tá errado!),que chora toda catarrenta e fala errado na merda no Youtube pra defender essas coisas que sonham em ser meio-termo igual a Lady Gaga, e mais umas trocentas merdas que você faz para que isso aconteça!Você que faz isso é o culpado!
Se pelo menos a galera que tem um acesso fácil a educação de qualidade tivesse consciência disso se tocasse...Mas são esses merdas que mais incentivam essa porcaria acontecer!Não tem cabimento uma coisa dessa,ô carniça!
"Mas ah, eu não quero fazer algo para que essa situação melhore."Então,seu por*a,não incentiva!Lembra o que a sua mãe dizia quando você ferrava com o bolo que ela tava fazendo pra você?Era um negócio mais ou menos assim: Quem não ajuda(merdinha linda da mamãe),não atrapalha!
Se você é adepto da frase entre as aspas,eu não ligo.Até prefiro assim; se você compartilha desse meu apelo,pense e pelo menos tente do jeito mais efetivo que você conseguir mudar essa situação.Não só por você,mas por todos os roqueiros que se escondem em fones de ouvido tendo que escutar as mesmas músicas sempre já que rádios e TVs só se preocupam com a quantidade musical ao invés da qualidade musical; e se você acha que  Garota Radical  é realmente a melhor música desse ano,pensa no que isso vai te acrescentar como pessoa,o quanto você vai crescer escutando isso, e se você não ver nada, nada errado mesmo,eu só lamento por você.
Bom,era isso que eu tinha pra escrever hoje.É que não dá mesmo pra escutar um Tributo ao Renato Russo e o vídeo acima em menos de 8h sem ficar no mínimo chateado com isso que acontece no cenário musical.Pelo menos não pra mim.
Até a próxima!
Falou...o/
P.S.:Não terá o Sabbath Rock neste sábado,aguardem até amanhã.

7 comentários:

  1. Renato Russo deve estar de debatendo no seu tumulo! Uma "conhecida" outro dia virou e disse que esses caras dessas bandinhas medíocres e escrotas são sexys.. eu até ri disso, se for pra pegar um cara que parece uma garota, eu prefiro ficar logo com uma garota! hahaha .. Sinto vergonha dessa nova geração de adolescentes, nunca vão saber o que é um som de verdade e de qualidade.

    ResponderExcluir
  2. O que se chama de rock hoje, nem se compara com o verdadeiro rock nacional. O melhor foi quando eu estava tranquilamente passando os canais da minha tv quando me deparei com o vacalista da banda cine dando uma entrevista no multishow... e ele disse : "As pessoas ficam falando que o som que a gente faz não é rock...Se isso não é rock então eu não sei o que é" E EU MUDEI DE CANAL. o "som" que ele faz pode ser qualquer coisa MENOS rock. Cala a boca colorido. Enfim , salve as verdadeiras bandas de rock nacional. E cabe a nós não deixar esse rock se perder totalmente. @thaateodoro ( estamos te seguindo também :D ) beijos.

    ResponderExcluir
  3. Estas pessoas deveriam respeitar o verdadeiro ROCK e criar um nome para o seu novo estilo. Masss.... que nome dar?

    ResponderExcluir
  4. de fato acho eu que o verdadeiro rock ja se foi
    hj o rock é muito feito pra vender, os bons tempos ja se foram ;/
    infelizmente

    ResponderExcluir
  5. Era o que eu tava falando pra essa anônima aí em cima...A mídia queria trazer o rock de volta as paradas musicais.Mais como a vertente mais nova do rock era o Emocore,estilo que tava matando muito por aí,eles queriam algo com mensagens positivas,e conseguiram.Acabou que essas bandas que eram para ser denominadas Rock são Pop com forte influência do Rock.Não tô dizendo que o Rock nunca pode ser Pop,os anos 50,60,70,80 e até um pouquinho do 90 tão aí pra provar o contrário.Hoje em dia é possível de se encontrar um rock atual e de qualidade,o lance é que os meios de comunicação não querem achá-los,pois se é de qualidade,certamente te faz questionar sobre algo,aí fode com a alienação e tal...Mas isso já é um campo mais sociológico da parada,o que é importante,mas aí o assunto ficaria chato.HAHAHAHA
    Valeu gente!Continuem comentando e acessando o blog.
    Agradeço desde já

    ResponderExcluir
  6. realmente, bandas decentes estão sumindo cada vez mais do cenário da música brasileira, ultimamente se ouve cada vez menos capital inicial, ira, raimundos, etc, até porque muitos deles estão se desmanchando(provavelmente pela vergonha de fazerem parte de um cenário de músicas tão escrotas), e cada vez mais a mídia apoia essas bandas lixo, como cine, restart, agora tem esses modinhas do rap também, como pollo, conecrew e sei lá mais quantas porcarias, realmente num dá para ouvir músicas doas anos 80 e ouvir as de hoje sem parar por um minuto e não se questionar como algo tão bom e tão foda foi virar do nada tanta baboseira, mas o que vamos fazer se a mídia apoia essas merdas e o povo alienado como idiotas vai lá e abraça coisas desse tipo, realmente, só posso lamentar .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bicho, na real eu fico incomodado com muita coisa que escrevi aí. Assim, discordo agora, 4 anos depois de ter escrito isto. Os porquês: 1º eu vejo um preconceito quando puxo o assunto pra sexualidade dos caras e meio que tachando eles de gays, e hoje não gosto de me ver assim. Não sei até hoje o motivo das minas acharem esse estilo do cine e restart atraentes (meu tipo ideal de como ser sexy é um mix de Tom Cruise em Top Gun/Sam e Dean do Supernatural/Sons of Anarchy), mas penso que precisamos respeitar. 2º Precisamos respeitar as coisas q não gostamos. E isso não fiz aí no post, em parte, pois lembro de baixar restart e cine no meu pc pra ter a minha opinião sobre eles e isso tá marcado pra sempre no meu last.fm. 3º Hoje acredito que está certo não pagar pelas coisas se você pode conferi-las online. Mas se for bom, devemos ter a obrigação de contribuir para q o produtor de qualquer produto disponível de graça continue motivado e em condições de fazer bons trabalhos, o que é ótimo pra todo mundo. 4º Descordo muito de mim de 2010 ao falar que pessoas com fácil acesso à educação tem a obrigação de não incentivar este tipo de produção artística porque... sei lá! É um raciocínio muito idiota da parte de mim de 2010.
      Mas a gente tá vendo as coisas mudando, as pessoas tendo uma consciência mais crítica de mundo, de justiça, a gente vê com muito mais facilidade como e quando a mídia e os meios de comunicação que trabalham para as máquinas do capitalismo trabalham e como somos manipulados pelas coisas ao nosso redor. E isso tudo com certeza tá influenciando a música, não importa se é rock,rap,axé ou tecnobrega e também não importa mais se tá na TV ou rádio e isso é muito bonito. Eu tenho o sonho de ver esse nível de qualidade do Capital, Legião, Plebe no popular um dia, mas sabe????? se não rolar tudo bem. São outros tempos.

      Fiquei muito feliz por ter a oportunidade de ler esse post q escrevi há tanto tempo. Muito obrigado por comentar, kaique.

      Excluir