sábado, 13 de outubro de 2012

Cheio de Opinião

  



Ultimamente tenho visto muita gente na internet, nas conversas, na televisão e em outros cantos falando e dando "pitaco" sobre os mais diversos assuntos e novidades que aparecem po aí. Sempre com muita razão. E isso me encomoda demais. Esse texto trata justamente desse achismo premeditado e  cheio de certezas. E tudo que será dito aqui pode e deve ser usado contra este texto.
   O principal problema do que vamos chamar aqui de achismo premeditado é o equívoco. Muitas das coisas que me levaram a escrever isso aqui partiram da ideia de que alguém estava julgando muito rápido algo que acabou de acontecer. E isso acontece muito. Posso citar, por exemplo, os comentários sobre as novas revistas que saem pela DC e Marvel. Existem certas histórias que simplesmente não dava pra definir como boas ou ruins, pois elas demandavam de outros fatores para se ter um entendimento bem definido do que se tratavam.  Outra coisa boa para exemplificar isso são atitudes de bandas conhecidas. Toda vez que uma banda (relativamente) famosa faz algo, aparecem trilhões de especialistas em rock and roll falando prós e contras sobre a ação do conjunto como se soubessem de Black Sabbath à NxZero.
    Mas ao praticar o achismo não é necessário dominar completamente o assunto ou conhecimento sobre a coisa. Ninguém precisa ler o Manifesto do Partido Comunista pra entender a relação entre, usando os termos do livro, Burguesia e Proletáriado. E muito menos alguém precisa ler o Principia Mathematica pra entender as Leis de Newton ou Cálculo. Resumindo, é bem plausível falar que uma série que retrata a vida de uma médica apaixonada e atrapalhada que procura o príncipe encantado deve ser um porre.
   É isso, esse texto foi feito pra mostrar que é muito importante a análise precisa das coisas, pois o que as pessoas têm a dizer vale muito pra quem têm e precisa ouvir. O 2 : 2 + 2 não é tão simples assim.


FALOU! o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário