sábado, 31 de dezembro de 2011

A Complexidade de Ser Dois Levando em Consideração a Sociedade do Último Dia de 2012



Quando todos os seus amigos, conhecidos e familiares vivem ou querem viver essa experiência biológica/cultural/sociológica/psicológica, é inevitável que o cérebro seu começe a indagar sobre esse assunto, que é a complexidade de ser dois levando em consideração a sociedade do último dia de 2012.
Penso que é muito desafiador a ideia de querer extender seus pensamentos, gostos e desejos ao outro. Penso ainda que é muito mais desafiador a ideia de tentar faze-lo. Mesmo que tenha desvantagens significativas, a disposição de tal prática desperta considerável desejo de satisfação e curiosidade nos seres humanos sociais desse último dia do ano.
E uma das coisas que me desperta a atenção é a falta de compromisso com tal comportamento social/biológico/psicológico/cultural. Pois certamente alguém está tentando nesse exato momento, às 3h49min horário de Brasília, exercer o exercício de socialização característico de nossa espécie. Nenhum desses conseguem enxergar que, o que quer que estejam fazendo, está fadado ao fracasso. E isso, em alguns casos- Principalmente de filhas caçulas e garotos trekkies- acaba gerando uma infelicidade que acaba aparecendo na minha timeline do Twitter e na minha Captain's Log  do Facebook.
Digo-lhes que, amigos, conhecidos e familiares amargurados, a culpa é de vocês. Ao embarcarem nesse trem de várias paradas que é o amor platônico fundido com amizade colorida, alguém vai acabar se perdendo em alguma cidade fantasma no meio do deserto do Arkansas.
Esse alguém é você.
Pense melhor, o mundo é cheio de gente bacana. Não bacana estilo comédia romântica estado-unidense, mas quase lá.
Aproveita antes de morrer.

FALOU o/
@blackwind1

Nenhum comentário:

Postar um comentário